30 de jan de 2013


O surfista Garrett McNamara aguarda a decisão de peritos norte-americanos para saber se bateu ou não o próprio recorde, mas uma medição feita por especialistas em Portugal conclui que a onda surfada esta semana na Nazaré chegou aos 34 metros de altura. A confirmar-se, o surfista norte-americano entra mais uma vez para o livro do Guiness.

Especialistas da Faculdade de Motricidade Humana (FMH), em Lisboa, mediram as duas ondas surfadas por Garrett McNamara na Nazaré em 2011 e agora em 2013, recorrendo ao mesmo programa informático e usando como referência a prancha do surfista.
Concluíram que a onda de 28 de Janeiro de 2013 tinha 34 metros, enquanto a de 2011 tinha 31 metros.
Peritos norte-americanos estão também a analisar a onda, vão medir a altura a partir da imagem captada no momento, utilizando o surfista como referência. Só depois é que o livro dos recordes do Guiness poderá incluir de novo o nome de McNamara como o surfista que desafiou a maior onda do mundo.

  
O surfista americano conseguiu mais um feito extraordinário na manhã desta segunda-feira na Praia do Norte, em Portugal. McNamara surfou uma onda de dimensões gigantescas. O americano é um dos surfistas de ondas grandes mais experientes do planeta e já colocou seu nome no livro dos recordes ao surfar uma ondulação de 27,5 metros, a maior de 2011, também na Praia do Norte, em Nazaré, Portugal.

Ainda não há uma medição oficial do tamanho da onda que McNamara surfou. Mas o feito do americano de 45 anos rodou o mundo pela internet, assombrando os fãs de surfe. O surfista postou um agradecimento aos fãs que o louvaram pela rede.



 

- Obrigado a todos pelo apoio, significa muito para mim. Hoje foi um dia sensacional e muito divertido estar lá - disse McNamara.

A localidade portuguesa conhecida como o Canhão da Nazaré é um desfiladeiro submarino de origem tectônica situado ao largo da costa de Nazaré, Portugal. A falha na placa continental com cerca de 170 quilômetros de comprimento e cinco quilômetros de profundidade canaliza a ondulação do Oceano Atlântico para a Praia do Norte, criando grandes ondas e proporcionando condições únicas para a prática mais radical do surfe.