12 de mar de 2011

Sismo/Tsunami no Japão - 11/03/2011

Eixo da Terra ter-se-á deslocado dez centímetros com o sismo no Japão

"Os resultados preliminares de estudos efetuados pelo Instituto Nacional italiano de Geofísica e Vulcanologia indicam que o sismo no Japão terá deslocado o eixo de rotação da Terra em cerca de dez centímetros", indicou o diretor de investigação, Antonio Piersanti, num comunicado divulgado no site do instituto.

Este movimento "é muito mais importante do que o do grande sismo de Sumatra em 2004 e provavelmente fica atrás do do Chile, em 1960".
A agência espacial italiana é, contudo, mais reservada, estimando que é preciso recolher mais informação antes de estabelecer a medida exata do movimento, divulga a agência noticiosa italiana Ansa. 

 Os últimos números

O violento terramoto seguido de um tsunami que devastou o nordeste do Japão fez, pelo menos, 703 mortos, segundo o balanço provisório da polícia.

No entanto, o principal assessor e porta-voz do primeiro-ministro Naoto Kan, Yukio Edano, afirmou que o governo acredita que mais de mil pessoas morreram na tragédia.
A todo o instante chegam informações de mais corpos localizados no cenário de destruição deixado pelas ondas gigantes que destruíram mais de 3 mil residências.
Para além dos mortos há 704 desaparecidos e 1.040 feridos.
Mais de 5 milhões de casas continuam sem energia e mais de um milhão sem água potável.